O Gebo e a sombra

 
manoel_oliveira_ipsilon_publico.jpg
Manoel de Oliveira, foto de Ípsilon, suplemento do jornal Público

A poucas semanas de completar 104 anos, Manoel de Oliveira vê a sua obra em cartaz. O Gebo e a Sombra, obra literária homónima de Raul Brandão que retrata a pobreza, a relação com o dinheiro e a honestidade, serviu de mote ao "decano dos realizadores mundiais", como afirma o JL.
Aqui podemos ler na íntegra dois textos dramáticos de Raul Brandão: O Gebo e a Sombra e O Avejão.