Biblioteca Escolar

Misericórdia - sugestão de leitura

Achei o livro fabuloso.
Imergi na história na pele da personagem principal (Dona Alberti), vivendo a narrativa pela descrição genuína dos seus sentimentos e pela narração simples das suas ações e daquelas que presencia. Do princípio ao fim, experimentei as suas emoções – sorri com ela, emocionei-me com ela, indignei-me com ela. Lendo o romance, somos a Dona Alberti.
Lídia Jorge disse ter escrito este romance a pedido da sua mãe, que morreu vítima da covid-19, “para que se tivesse compaixão pelas pessoas e as tratássemos como se fossem pessoas na plenitude da vida”. De facto, o Hotel Paraíso, nome da residência para idosos onde está Dona Alberti, torna-se palco de misericórdia, como se este lar fosse uma antecâmara entre a Terra e o Céu, o local onde a protagonista e o leitor acabam por entender o outro, criar empatia e ganhar respeito por ele.
Num corpo desgastado mas com uma consciência lúcida, a narradora testemunha o que é globalmente a Humanidade e o que é o ser humano, no particular. Escreve Lídia Jorge: “O Planeta com muitas nações, mas a Humanidade só uma e apenas com duas espécies, os fiáveis e os assaltantes.”( pág. 357)
Apesar de ser uma obra dura e da narradora ser regularmente assombrada pela morte, MISERICÓRDIA é, nas palavras da escritora, “sobre o esplendor da vida” e “a crença em valores”. ( in Observador de dia 5 de outubro de 2022)
É decerto um livro a requisitar e a ler!
Saber mais:
https://www.dn.pt/cultura/lidia-jorgea-imortalidade-da-esperanca-1536893...
PB-Alexandra Alves

Lagarto ou Lizard?

O que têm em comum um venezuelano, um russo, dois nepaleses, dois cabo-verdianos e dois sul-africanos? A aula de PLNM com a professora Sandra Videira!
Hoje, dia 10 de janeiro de 2023, houve pela primeira vez na nossa biblioteca uma sessão bilingue da “Hora do Conto”. As leituras do conto O LAGARTO, de José Saramago, foram feitas em inglês e em português, respetivamente pelas professoras Zoraida Teles e Alexandra Alves,  uma vez que alguns alunos dominam melhor o inglês e outros o inverso. O objetivo principal era a promoção da leitura, mas na realidade o que predominou na sessão foi o sentimento da universalidade quer da linguagem literária quer da arte.

Árvores de Natal Muito Especiais

Desafiada pela Biblioteca e pelo www.sitedecojovem.pt, a professora de Artes Susana Paulo lançou o desafio de criar árvores de plástico e papel recicláveis aos seus alunos do 7º3. Temos o privilégio de expor no nosso espaço todos os trabalhos realizados por esta turma, trabalhos estes que denotam o empenho e interesse dos alunos. Para ti, qual é a mais gira?
Preparar jovens consumidores responsáveis para o futuro é uma das nossas missões!
https://www.instagram.com/p/Cl32LceM6Ij/?igshid=MDJmNzVkMjY%3D
https://www.instagram.com/p/CmWFkjtM773/?igshid=MDJmNzVkMjY%3D

Exposição na BE - 3/12-Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Hoje, dia 3 de dezembro, assinala-se o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.Esta data foi instituída pela ONU com o objetivo de sensibilizar e envolver a humanidade para a concretização dos Direitos Humanos destes cidadãos, reafirmados na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.
Motivada pelo colega Pedro Viegas que colabora com a APPACDM, a BE visitou no dia 30 de novembro esta instituição que acolhe, aliás, para formação alunos da Fernão. Tivemos a oportunidade de visitar as instalações e ver com os nossos próprios olhos o modo extraordinário como os formandores e formandos interagem, o trabalho dedicado que desempenham bem como testemunhar o carinho no trato.
Assinalamos este dia na biblioteca com a exposição de alguns trabalhos plásticos que ali realizam. Venham apreciá-los! As pessoas com deficiência precisam da nossa atenção.

No poupar é que está o ganho!

Na newsletter da Associação Zero:
Natal Sustentável
 
A época de Natal é marcada por uma época de muito consumo, e consumo muitas vezes desmedido. Trazemos-lhe um conjunto de dicas para tornar o seu Natal um pouco mais sustentável, desde como embrulhar presentes a como oferecer prendas com uma atitude amiga do ambiente - ora veja: 
 
 Nas decorações, prefira reutilizar: se já tem uma árvore ou outras decorações artificiais, reutilize-as sempre. São normalmente muito duráveis e podem ser usadas muitos anos, se forem bem cuidadas. Se precisa de algo, porque não fazê-lo reutilizando materiais? A Internet está cheia de ideais criativas e sustentáveis.
• Na ceia e almoço de Natal, evitar cozinhar em excesso: faça uma lista de compras do que é realmente necessário, procurando evitar o excesso de embalagens, privilegiando os produtos de origem  local/regional/nacional e, se possível, comprando diretamente ao produtor para assim reduzir a pegada ambiental associada a esses produtos. Se puder, evite produtos de origem animal (ou, pelo menos, prefira carnes brancas).
• Resíduos resultantes da noite de Natal: faça a correta separação dos diferentes tipos de resíduos e, no caso dos plásticos e papel se possível, adie a deposição no ecoponto para evitar deixá-los acumulados fora do respetivo contentor.
• Evitar o plástico: opte por comprar brinquedos de madeira, livros ou experiências. Para os adultos, faça as suas próprias prendas – bolachinhas, doces, escreva uma mensagem e coloque-a numa moldura, entre muitas outras possibilidades. Para embrulhar reutilize folhas de jornais ou revistas ou sacos que já tenha.
• Pensar fora da caixa, literalmente: este Natal, opte por oferecer bens imateriais como workshops sustentáveis; assinaturas de ONG e jornais, ou apadrinhe um animal!
 
Se quiser saber mais sobre como oferecer prendas utilizando a política dos 7 R ou como embrulhar prendas sem desperdício, passe pelo Youtube da ZERO!

Workshop sobre o Livro-Objeto

No dia 30 de novembro de 2022, as turmas do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Infância, do 1º e 2º anos, acompanhadas pelas professoras Leonor Lopes e Susana Gaspar, tiveram o privilégio de frequentar um workshop sobre o LIVRO-OBJETO, dinamizado pela formadora Sandra Surgy, professora de Educação Visual e professora bibliotecária da Escola Básica Vale Rosal.
As alunas puderam identificar vários tipos de livro e fazer elas próprias vários exemplares. Esperemos que um dia possam partilhar esta experiência com as crianças com as quais pretendem trabalhar.
SABER MAIS: O livro-objeto distingue-se por romper com o formato tradicional, mantendo contudo elementos da materialidade do livro - formato, papel, encadernação, acessórios, dimensão, impressão...-, mas interagindo com o leitor de uma forma mais lúdica, dinâmica, apelando à curiosidade, descoberta, manipulação e permitindo ao leitor um papel mais ativo.
“Enquanto objeto experimental, claramente destinado a explorar as possibilidades e os limites do livro, os livros-objeto contemplam a dimensão física, interativa, lúdica, experimental/laboratorial, tirando partido da materialidade do livro e da sua construção”  Ramos, A. M. (org.) (2017). Aproximações ao livro-objeto: das potencialidades criativas às propostas de leitura. Porto: Tropelias & Companhia.
(https://www.pnl2027.gov.pt/np4/webinarlivroobjeto.html)

Uma história que te vai inspirar!

 
A Fernão junta-se à Festa do Cinema Francês!
No próximo dia 11 de novembro, as professoras de Francês do 9ºano levarão as suas turmas a assitir ao filme "FAHIM".
Sinopse: Forçado a sair de Bangladesh, seu país natal, Fahim vai para Paris com o seu pai. Travam uma verdadeira luta para obter o estatuto de asilo político, correndo a toda a hora o risco de expulsão de França. Mas graças sobretudo ao seu dom e à sua determinação, a única forma de concretizar os seus sonhos é ser Campeão de Xadrez de França. Será que vai conseguir?

Está aí a 16ª edição do Concurso Nacional de Leitura!

A 1ª fase do CNL é a fase escolar que decorre de outubro a dezembro.
As leituras selecionadas são as seguintes :
Ensino BásicoVanessa Vai à Luta de Luísa Costa Gomes
Ensino SecundárioO Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde
PARTICIPA!
Ambas são sugeridas pelo PNL e temos na nossa BE alguns exemplares destas obras.
Podes encontrar aqui o regulamento: https://pnl2027.gov.pt/np4/file/3534/vers_o_final_corrigida_Regulamento_...

SOMOS UMA ESCOLA A LER

Financiado pelo PNL, o projeto ESCOLA A LER pretende desenvolver diversas atividades de promoção da competência leitora, incindindo em 3 tipos de atividades:
- Projeto Pessoal de Leitura:
10 MINUTOS_A_LER: Selecionamos semanalmente, com rigor e adequação, textos ou livros, fomentando a leitura orientada em aula. O estímulo da rotina de leitura e a prática continuada de textos diversificados pretendem criar novas oportunidades de descoberta e prazer aos alunos.
-Tempo para Ler e Pensar:
Selecionamos, por grupos e por áreas de estudo, leituras que promovam a reflexão e o questionamento, de acordo com as matérias e/ou interesses dos alunos. Concebemos guiões de leitura que facilitem o raciocínio e clarifiquem a exploração textual. Orientamos as metodologias nesse sentido, diversificando-as sempre que possível. É o caso da HORA DO CONTO, do WORLD CAFÉ, das EXPOSIÇÕES de trabalhos dos alunos, etc.
- Vou Levar-te Comigo
A BE VAI À AULA :Selecionamos livros adequados quer ao nível etário quer ao gosto dos alunos, fazendo sessões dinâmicas de apresentação dos títulos em espaço de sala de aula. Criamos igualmente momentos de atendimento personalizado, em aula ou na biblioteca escolar, tendo em conta as necessidades e sobretudo os interesses dos alunos.
Uma Biblioteca de Todos e para Todos!

Mês das Bibliotecas Escolares

 
Outubro é o Mês das Bibliotecas Escolares.
O Sr Ministro da Educação pronunciou-se sobre a importância da BE.
https://blogue.rbe.mec.pt/tem-a-palavra-joao-costa-2647304
Nós, por aqui, temos muitas atividades!