Fernão Archery Club na 8ª Prova do Nacional de Tiro com Arco

Mais uma prova e mais uma jornada de sucesso para o Fernão Archery Club após a obtenção de mais 3 medalhas e de 10 novos recordes pessoais.

  • Em juvenis recurvo - ouro para Maria Antunes;
  • Em cadetes recurvo – bronze para Francisco Braga;
  • Em juniores recurvo - bronze para Henrique Bastos.

Organizada pelo Arco Clube das Caldas, decorreu no passado domingo, no campo de rugby da localidade, nova prova do Campeonato Nacional de Tiro com Arco.
Sob um tempo instável de aguaceiros, alternando com algum sol e calor, por vezes entremeado com algum vento, estiveram em ação 93 atletas em representação de 18 clubes, de entre os quais 6 constituíram a comitiva do FAC.
Estes os resultados completos:

  • Maria Antunes, juvenil recurvo, - 1ª lugar melhorando as suas melhores marcas das 36 e das  72 flechas;
  • Francisco Braga, cadete recurvo – 4º lugar no open e 3º lugar após defrontar colega de equipa e de ter sido relegado para o bronze após uma muito disputada meia-final. Salienta-se também a obtenção de novos recordes pessoais de 36 e das  72 flecha;
  • Vasco Pedroso, cadete recurvo – 3º lugar no open e 4º lugar após eliminatórias, também ele relegado para disputa do bronze após renhida meia-final;
  • Henrique Bastos, júnior recurvo – 3º lugar no open e 3º lugar após eliminatórias, também ele relegado para disputa do bronze com colega de equipa após renhida meia-final. Salienta-se também as novas melhores marcas pessoais do atleta quer nas 36 quer nas 72 flechas;
  • Tomás Monteiro, júnior recurvo – 4º lugar no open e 4º lugar nas eliminatórias tendo também ele melhorado as suas marcas das 36 e das 72 flechas, apesar de uma primeira parte do open pouco conseguida;
  • Ranjodh Singh, sénior recurvo – 12º lugar final, salientando-se também progressiva e consistente melhoria das marcas pessoais que mais uma vez se verificaram, quer nas 36 quer nas 72 flechas.

Parabéns para todos os atletas, pelas suas prestações, também pela sua dedicação e em especial pelo fair-play com que sempre se apresentam, numa verdadeira demonstração do melhor espírito do olimpismo.
Um agradecimento especial ao pai do Francisco Braga e à família do Vasco Pedroso pelo apoio, quer na prova quer na logística de transporte de toda a equipa.