FERNÃO PARTICIPA NO CONCURSO DE LEITURA CONCELHIO

Este ano letivo, por decisão do PNL, não houve Concurso Nacional de Leitura. Lamentamos porque a rotina estava instaurada na escola há alguns anos, havia bastante adesão de ambos os níveis de ensino, motivava os alunos para a leitura e, no nosso caso, houve até muitos alunos com resultados de sucesso nas diversas etapas do concurso.
Não quisemos, porém, perder o “andamento”! Assim, aproveitando o desafio lançado pelo CENTRO CULTURAL FERNÃO MENDES PINTO, do qual a nossa escola é parceira, participamos num CONCURSO DE LEITURA a nível concelhio,  apenas destinado ao 3º ciclo, propondo a leitura da obra MISSÃO IMPOSSÍVEL de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. O livro tem precisamente como objetivo “fomentar o contacto das camadas mais jovens com a história, a cultura e os costumes e tradições da China e de Macau”.
    “Partindo de uma garrafa de porcelana azul e branca da China encomendada por Jorge Álvares em 1552, de que a Fundação é proprietária e pode ser vista no Museu do Centro Científico e Cultural de Macau, em Lisboa, as autoras desenvolvem no livro Missão Impossível, destinado à mesma faixa etária da Biblioteca Digital, uma aventura em que ressalta a vida de Jorge Álvares no Oriente naquela época, os seus amigos bem como as lendas e os animais míticos chineses.” (excerto do texto publicado pelo site da Fundação Jorge Álvares).
 
Participaram alguns alunos das turmas 8º2 e 8º3, alunos da professora Maria do Céu Ponte. A prova escrita teve lugar no dia 9 de janeiro no auditório. Os alunos tiveram um excelente desempenho mas só seis puderam prestar prova oral no dia 17 do mesmo mês. O juri, composto por membros da equipa da Biblioteca Escolar, teve alguma dificuldade em selecionar o vencedor uma vez que todos expuseram as suas ideias de forma clara, adequada e até bastante pertinente. Pelo desempenho no conjunto das duas provas, o aluno selecionado para representar a escola na prova concelhia é o SANTIAGO FAUSTINO (8º3).
Esta prova será realizada no dia 10 de abril na Fundação Jorge Álvares que financiará o transporte e a entrega dos prémios. Vamos todos torcer pelo Santiago!